No Roda Viva, Bolsonaro conquista empate com sabor de goleada, mas haja canelada

SÃO PAULO – Um jogo muito disputado, mas tecnicamente fraco. Na noite da última segunda-feira (31), as redes se mobilizaram para acompanhar a sabatina que o candidato à presidência do PSL, Jair Bolsonaro, enfrentou no tradicional “Roda Viva”, programa de entrevistas transmitido pela TV Cultura.

A “live”, vista por 1,6 milhão de pessoas no Facebook e um dos assuntos mais comentados no Twitter mundial, terminou com um empate entre entrevistador e entrevistados, em uma partida onde faltaram lances bonitos e sobraram caneladas de ambas as partes.

Conforme aponta Juliano Griebeler, diretor de relações governamentais da Barral M. Jorge, as poucas perguntas sobre programas e medidas a serem implementadas foram respondidas de forma breve pelo candidato, sem qualificar ou aprofundar as respostas, como a questão do desemprego na área rural ou sobre suas propostas para a ciência e tecnologia.

Assim, avalia Gribeler, a diculdade do candidato em responder a perguntas mais complexas e desenvolver raciocínio para exemplicar os pontos que busca demonstrar podem trazer problemas para Bolsonaro durante os debates na televisão.

A matéria completa aqui.

Anterior

Próximo