De acordo com uma fonte anônima divulgada pela agência britânica de notícia Reuters, a Organização Mundial do Comércio (OMC) decidiu que alguns programas de estímulo industrial brasileiros prejudicam concorrentes estrangeiros.

A decisão preliminar, que ainda não foi tornada pública, aumenta a pressão sobre o Brasil para reduzir os subsídios para a indústria em um momento em que o país está lutando contra sua pior recessão.

O aumento do déficit orçamentário já forçou o Brasil a reverter alguns desses subsídios desde 2015, mas o governo continua sob pressão dos grupos empresariais para manter algum estímulo para evitar mais cortes de empregos no setor industrial.

Em entrevista à Reuters, Renata Amaral, Coordenadora de Comércio Internacional da BMJ afirmou que ‘espera-se que esta decisão negativa forçará o Brasil a revisar aspectos importantes de suas políticas industriais, com ênfase nos requisitos de conteúdo local e isenções fiscais para os produtos nacionais”.

 

Leia a notícia completa (em inglês).

Leave a Reply