Podcasts BMJ

Lista Prioritária, Secretaria de Cultura e Davos

Lista Prioritária, Secretaria de Cultura e Davos

O mês está sendo longo, mesmo sendo o primeiro do ano. E em sua penúltima semana, nossos consultores Ammar Hassan, Gabriela Santana, Luan Madeira, além do nosso analista político e apresentador do BMJ Podcast, Lucas Fernandes; analisaram grandes pautas da semana sob a óptica da expertise técnica da nossa consultoria. Nessa semana, foi apresentada aos Presidentes da Câmara, Rodrigo Maia e do Senado, Davi Alcolumbre, uma lista para cada um com 15 propostas consideradas prioritárias para o governo. As matérias listadas como prioritárias estão em diferentes estágios do processo legislativo e devem avançar em ritmos distintos. Ainda, a semana iniciou com a exoneração de Roberto Alvim como Secretário Especial da Cultura após um pronunciamento um pronunciamento feito no dia 17 que parafraseava um discurso de Joseph Goebbels, ministro da Propaganda do regime nazista. O presidente Jair Bolsonaro sugeriu o nome da atriz Regina Duarte, que já está em processo de assumir o cargo. No âmbito mundial, o Fórum Econômico Mundial, que aconteceu em Davos, Suíça, contou com a representação brasileira do ministro da Economia, Paulo Guedes, além do governador de São Paulo, João Doria, e o apresentador Luciano Huck, possíveis candidatos para 2022. Entre as agendas discutidas, a ambiental e comercial foram os destaques do evento e trouxe boas perspectivas para o Brasil no cenário econômico.

Guerra Comercial EUA e China, Brasil na OCDE e Programas Sociais Brasileiros

Guerra Comercial EUA e China, Brasil na OCDE e Programas Sociais Brasileiros

O cenário internacional foi marcado por importantes anúncios nessa semana. E todos eles foram analisados pelos nossos consultores. Apresentado pelo nosso consultor Lucas Fernandes, o episódio dessa semana também contou com a análise técnica dos consultores Gabriela Rosa e Henrique Monteiro. Um dos temas foi a recente assinatura de um acordo comercial entre os Estados Unidos e a China que podem aliviar as tensões entre os dois países, mas também pode trazer reflexos ao comércio brasileiro e à economia global. Ainda, o país norte-americano declarou seu apoio à entrada do Brasil na OCDE. Ainda que seja necessário a confirmação dos outros países-membro da Organização, o governo dos Estados Unidos é o principal responsável por impedir a entrada de novos membros. Na esfera nacional, nossos especialistas avaliaram os cortes orçamentários planejados para os programas sociais no Brasil em razão do limite de verba estabelecido para esse ano.

Sanções do recesso, Reforma Tributária, Anvisa, Irã e Estados Unidos

Sanções do recesso, Reforma Tributária, Anvisa, Irã e Estados Unidos

Carlos Müller, Dhiogo Pascarelli, Lucas Fernandes e Wagner Parente.

No primeiro episódio do ano, reunimos nossos especialistas para analisarem os principais assuntos que estão na pauta já de 2020 e o que foi sancionado durante o recesso de final de ano. Nosso CEO Wagner Parente, e nossos especialistas Carlos Müller, Dhiogo Pascarelli e Lucas Fernandes iniciaram o programa com avaliando as principais sanções que foram aprovadas durante o recesso. A Reforma Tributária já começa a todo vapor no novo ano e a intenção do governo é que os trabalhos retornem logo em janeiro. Ainda, o presidente Jair Bolsonaro já confirmou que dificilmente o seu novo partido que está sendo criado, Aliança pelo Brasil, participará das eleições municipais previstas para esse ano. Nossos consultores ainda analisaram os trâmites e impactos da Lei da Informática e da Lei Kandir. As mudanças de gestão na Anvisa e no FNDE também trazem um novo panorama para esse início de ano. Nesse programa foram abordados os perfis dos novos gestores e as expectativas para as novas direções. E entrando na esfera internacional, a tensão entre os Estados Unidos e o Irã podem trazer impactos para o agronegócio brasileiro. Ainda, o que esperar para o cenário internacional com esse novo conflito.

Episódio Especial Retrospectiva 2019

Episódio Especial Retrospectiva 2019

Após um ano de análises sob o ponto de vista dos nossos especialistas em mais de 40 programas do nosso podcast, finalizamos 2019 com uma retrospectiva com os principais fatos que marcaram o ano nos âmbitos político e econômico, além do cenário de comércio internacional. Nossos consultores Gabriela Rosa e Lucas Fernandes, nosso CEO Wagner Parente, e nosso sócio-fundador Welber Barral destacaram os principais momentos do ano, que começou com Jair Bolsonaro abandonando as práticas do presidencialismo de coalizão. Nossos especialistas analisaram a fundo os núcleos de composição do governo Bolsonaro e a agenda de reformas econômicas. Ainda, abordaram a relação do Governo, Congresso e Judiciário em casos como a Lava Jato, caso Queiroz, liberação do Lula em segunda instância, entre outros. No âmbito internacional, o Acordo MERCOSUL e União Europeia marcou um grande avanço no comércio internacional. Mas a sua realidade de implantação pode ainda estar distante. Ainda nesse cenário, a abertura e as guerras comerciais marcaram novas tarifas e aceitações nesse novo panorama mundial. E, claro, o trâmite da entrada do Brasil na OCDE a partir das questões do relacionamento do país com os Estados Unidos foram pauta desse programa especial, além de muitos outros.

Caso Queiroz, OMC e Trump

Caso Queiroz, OMC e Trump

No último episódio do ano, nenhuma pauta da semana passou sem a análise minuciosa de nossos especialistas. O Ministério Público do Rio de Janeiro cumpriu mandados de busca e apreensão nos endereços de parentes e conexões do senador Flávio Bolsonaro. Flávio é investigado por lavagem de dinheiro e peculato devido a transações atípicas identificadas em sua conta e de seu ex-assessor, Fabrício Queiroz. A suspeita da prática de “rachadinha”, reacende o debate que envolve diretamente a família do Presidente Jair Bolsonaro e pode estremecer seu relacionamento com a base. No âmbito da OMC, nossos consultores Fernanda César, Luan Madeira, Lucas Fernandes e Matheus Andrade também avaliaram sobre a paralisação do Órgão de Apelações em decorrência de um boicote promovido pelos Estados Unidos, que deve mudar substancialmente o ambiente comercial e deixa os países mais sujeitos a relações assimétricas de poder. Ainda no cenário internacional, o impeachment do presidente Donald Trump foi aprovado pela maioria da Câmara e segue agora para o Senado. A perspectiva de que o processo seja arquivado é alta, mas independentemente disso, vários impactos devem ser sentidos na eleição presidencial de 2020.

Congresso, Argentina e COP 25

Congresso, Argentina e COP 25

A corrida para o recesso no Congresso acelerou algumas decisões e votações na Casa. E nesse episódio do BMJ Podcast, nossos especialistas Fernanda César, Leon Rangel, Lucas Fernandes e Mariana Lyrio analisaram não só a pauta nacional, mas os reflexos internacionais dessa última semana. No cenário político, a conclusão da votação da CCJ do Senado para a prisão em segunda instância leva o texto aprovado diretamente para a Câmara dos Deputados. Ainda, o Pacote Anticrime proposto por Sérgio Moro foi aprovado, mas deve ter diversos dispositivos vetados pelo presidente Bolsonaro. No âmbito internacional, a posse do novo presidente da Argentina Alberto Fernández foi marcada por um processo de idas e vindas com o Brasil. O vice-presidente Hamilton Mourão acompanhou a cerimônia e o Brasil foi o único país a ser mencionado diretamente no discurso de Fernández. O que essa posse pode trazer de consequências para o Brasil em meio a divergências políticas entre os dois países? Partindo para a Europa, Madri sediou a COP 25, que não trouxe grandes resultados no cenário ambiental, mas destacou a posição sensível do Brasil na pauta. E após esse encontro, o que esperar da Agenda Ambiental para 2020?

Episódios

Lista Prioritária, Secretaria de Cultura e Davos

Lista Prioritária, Secretaria de Cultura e Davos

O mês está sendo longo, mesmo sendo o primeiro do ano. E em sua penúltima semana, nossos consultores Ammar Hassan, Gabriela Santana, Luan Madeira, além do nosso analista político e apresentador do BMJ Podcast, Lucas Fernandes; analisaram grandes pautas da semana sob a óptica da expertise técnica da nossa consultoria. Nessa semana, foi apresentada aos Presidentes da Câmara, Rodrigo Maia e do Senado, Davi Alcolumbre, uma lista para cada um com 15 propostas consideradas prioritárias para o governo. As matérias listadas como prioritárias estão em diferentes estágios do processo legislativo e devem avançar em ritmos distintos. Ainda, a semana iniciou com a exoneração de Roberto Alvim como Secretário Especial da Cultura após um pronunciamento um pronunciamento feito no dia 17 que parafraseava um discurso de Joseph Goebbels, ministro da Propaganda do regime nazista. O presidente Jair Bolsonaro sugeriu o nome da atriz Regina Duarte, que já está em processo de assumir o cargo. No âmbito mundial, o Fórum Econômico Mundial, que aconteceu em Davos, Suíça, contou com a representação brasileira do ministro da Economia, Paulo Guedes, além do governador de São Paulo, João Doria, e o apresentador Luciano Huck, possíveis candidatos para 2022. Entre as agendas discutidas, a ambiental e comercial foram os destaques do evento e trouxe boas perspectivas para o Brasil no cenário econômico.

Guerra Comercial EUA e China, Brasil na OCDE e Programas Sociais Brasileiros

Guerra Comercial EUA e China, Brasil na OCDE e Programas Sociais Brasileiros

O cenário internacional foi marcado por importantes anúncios nessa semana. E todos eles foram analisados pelos nossos consultores. Apresentado pelo nosso consultor Lucas Fernandes, o episódio dessa semana também contou com a análise técnica dos consultores Gabriela Rosa e Henrique Monteiro. Um dos temas foi a recente assinatura de um acordo comercial entre os Estados Unidos e a China que podem aliviar as tensões entre os dois países, mas também pode trazer reflexos ao comércio brasileiro e à economia global. Ainda, o país norte-americano declarou seu apoio à entrada do Brasil na OCDE. Ainda que seja necessário a confirmação dos outros países-membro da Organização, o governo dos Estados Unidos é o principal responsável por impedir a entrada de novos membros. Na esfera nacional, nossos especialistas avaliaram os cortes orçamentários planejados para os programas sociais no Brasil em razão do limite de verba estabelecido para esse ano.

Sanções do recesso, Reforma Tributária, Anvisa, Irã e Estados Unidos

Sanções do recesso, Reforma Tributária, Anvisa, Irã e Estados Unidos

Carlos Müller, Dhiogo Pascarelli, Lucas Fernandes e Wagner Parente.

No primeiro episódio do ano, reunimos nossos especialistas para analisarem os principais assuntos que estão na pauta já de 2020 e o que foi sancionado durante o recesso de final de ano. Nosso CEO Wagner Parente, e nossos especialistas Carlos Müller, Dhiogo Pascarelli e Lucas Fernandes iniciaram o programa com avaliando as principais sanções que foram aprovadas durante o recesso. A Reforma Tributária já começa a todo vapor no novo ano e a intenção do governo é que os trabalhos retornem logo em janeiro. Ainda, o presidente Jair Bolsonaro já confirmou que dificilmente o seu novo partido que está sendo criado, Aliança pelo Brasil, participará das eleições municipais previstas para esse ano. Nossos consultores ainda analisaram os trâmites e impactos da Lei da Informática e da Lei Kandir. As mudanças de gestão na Anvisa e no FNDE também trazem um novo panorama para esse início de ano. Nesse programa foram abordados os perfis dos novos gestores e as expectativas para as novas direções. E entrando na esfera internacional, a tensão entre os Estados Unidos e o Irã podem trazer impactos para o agronegócio brasileiro. Ainda, o que esperar para o cenário internacional com esse novo conflito.

Episódio Especial Retrospectiva 2019

Episódio Especial Retrospectiva 2019

Após um ano de análises sob o ponto de vista dos nossos especialistas em mais de 40 programas do nosso podcast, finalizamos 2019 com uma retrospectiva com os principais fatos que marcaram o ano nos âmbitos político e econômico, além do cenário de comércio internacional. Nossos consultores Gabriela Rosa e Lucas Fernandes, nosso CEO Wagner Parente, e nosso sócio-fundador Welber Barral destacaram os principais momentos do ano, que começou com Jair Bolsonaro abandonando as práticas do presidencialismo de coalizão. Nossos especialistas analisaram a fundo os núcleos de composição do governo Bolsonaro e a agenda de reformas econômicas. Ainda, abordaram a relação do Governo, Congresso e Judiciário em casos como a Lava Jato, caso Queiroz, liberação do Lula em segunda instância, entre outros. No âmbito internacional, o Acordo MERCOSUL e União Europeia marcou um grande avanço no comércio internacional. Mas a sua realidade de implantação pode ainda estar distante. Ainda nesse cenário, a abertura e as guerras comerciais marcaram novas tarifas e aceitações nesse novo panorama mundial. E, claro, o trâmite da entrada do Brasil na OCDE a partir das questões do relacionamento do país com os Estados Unidos foram pauta desse programa especial, além de muitos outros.

Caso Queiroz, OMC e Trump

Caso Queiroz, OMC e Trump

No último episódio do ano, nenhuma pauta da semana passou sem a análise minuciosa de nossos especialistas. O Ministério Público do Rio de Janeiro cumpriu mandados de busca e apreensão nos endereços de parentes e conexões do senador Flávio Bolsonaro. Flávio é investigado por lavagem de dinheiro e peculato devido a transações atípicas identificadas em sua conta e de seu ex-assessor, Fabrício Queiroz. A suspeita da prática de “rachadinha”, reacende o debate que envolve diretamente a família do Presidente Jair Bolsonaro e pode estremecer seu relacionamento com a base. No âmbito da OMC, nossos consultores Fernanda César, Luan Madeira, Lucas Fernandes e Matheus Andrade também avaliaram sobre a paralisação do Órgão de Apelações em decorrência de um boicote promovido pelos Estados Unidos, que deve mudar substancialmente o ambiente comercial e deixa os países mais sujeitos a relações assimétricas de poder. Ainda no cenário internacional, o impeachment do presidente Donald Trump foi aprovado pela maioria da Câmara e segue agora para o Senado. A perspectiva de que o processo seja arquivado é alta, mas independentemente disso, vários impactos devem ser sentidos na eleição presidencial de 2020.

Congresso, Argentina e COP 25

Congresso, Argentina e COP 25

A corrida para o recesso no Congresso acelerou algumas decisões e votações na Casa. E nesse episódio do BMJ Podcast, nossos especialistas Fernanda César, Leon Rangel, Lucas Fernandes e Mariana Lyrio analisaram não só a pauta nacional, mas os reflexos internacionais dessa última semana. No cenário político, a conclusão da votação da CCJ do Senado para a prisão em segunda instância leva o texto aprovado diretamente para a Câmara dos Deputados. Ainda, o Pacote Anticrime proposto por Sérgio Moro foi aprovado, mas deve ter diversos dispositivos vetados pelo presidente Bolsonaro. No âmbito internacional, a posse do novo presidente da Argentina Alberto Fernández foi marcada por um processo de idas e vindas com o Brasil. O vice-presidente Hamilton Mourão acompanhou a cerimônia e o Brasil foi o único país a ser mencionado diretamente no discurso de Fernández. O que essa posse pode trazer de consequências para o Brasil em meio a divergências políticas entre os dois países? Partindo para a Europa, Madri sediou a COP 25, que não trouxe grandes resultados no cenário ambiental, mas destacou a posição sensível do Brasil na pauta. E após esse encontro, o que esperar da Agenda Ambiental para 2020?

Highlights BMJ

Lista Prioritária, Secretaria de Cultura e Davos

Lista Prioritária, Secretaria de Cultura e Davos

O mês está sendo longo, mesmo sendo o primeiro do ano. E em sua penúltima semana, nossos consultores Ammar Hassan, Gabriela Santana, Luan Madeira, além do nosso analista político e apresentador do BMJ Podcast, Lucas Fernandes; analisaram grandes pautas da semana sob a óptica da expertise técnica da nossa consultoria. Nessa semana, foi apresentada aos Presidentes da Câmara, Rodrigo Maia e do Senado, Davi Alcolumbre, uma lista para cada um com 15 propostas consideradas prioritárias para o governo. As matérias listadas como prioritárias estão em diferentes estágios do processo legislativo e devem avançar em ritmos distintos. Ainda, a semana iniciou com a exoneração de Roberto Alvim como Secretário Especial da Cultura após um pronunciamento um pronunciamento feito no dia 17 que parafraseava um discurso de Joseph Goebbels, ministro da Propaganda do regime nazista. O presidente Jair Bolsonaro sugeriu o nome da atriz Regina Duarte, que já está em processo de assumir o cargo. No âmbito mundial, o Fórum Econômico Mundial, que aconteceu em Davos, Suíça, contou com a representação brasileira do ministro da Economia, Paulo Guedes, além do governador de São Paulo, João Doria, e o apresentador Luciano Huck, possíveis candidatos para 2022. Entre as agendas discutidas, a ambiental e comercial foram os destaques do evento e trouxe boas perspectivas para o Brasil no cenário econômico.

Guerra Comercial EUA e China, Brasil na OCDE e Programas Sociais Brasileiros

Guerra Comercial EUA e China, Brasil na OCDE e Programas Sociais Brasileiros

O cenário internacional foi marcado por importantes anúncios nessa semana. E todos eles foram analisados pelos nossos consultores. Apresentado pelo nosso consultor Lucas Fernandes, o episódio dessa semana também contou com a análise técnica dos consultores Gabriela Rosa e Henrique Monteiro. Um dos temas foi a recente assinatura de um acordo comercial entre os Estados Unidos e a China que podem aliviar as tensões entre os dois países, mas também pode trazer reflexos ao comércio brasileiro e à economia global. Ainda, o país norte-americano declarou seu apoio à entrada do Brasil na OCDE. Ainda que seja necessário a confirmação dos outros países-membro da Organização, o governo dos Estados Unidos é o principal responsável por impedir a entrada de novos membros. Na esfera nacional, nossos especialistas avaliaram os cortes orçamentários planejados para os programas sociais no Brasil em razão do limite de verba estabelecido para esse ano.

Sanções do recesso, Reforma Tributária, Anvisa, Irã e Estados Unidos

Sanções do recesso, Reforma Tributária, Anvisa, Irã e Estados Unidos

Carlos Müller, Dhiogo Pascarelli, Lucas Fernandes e Wagner Parente.

No primeiro episódio do ano, reunimos nossos especialistas para analisarem os principais assuntos que estão na pauta já de 2020 e o que foi sancionado durante o recesso de final de ano. Nosso CEO Wagner Parente, e nossos especialistas Carlos Müller, Dhiogo Pascarelli e Lucas Fernandes iniciaram o programa com avaliando as principais sanções que foram aprovadas durante o recesso. A Reforma Tributária já começa a todo vapor no novo ano e a intenção do governo é que os trabalhos retornem logo em janeiro. Ainda, o presidente Jair Bolsonaro já confirmou que dificilmente o seu novo partido que está sendo criado, Aliança pelo Brasil, participará das eleições municipais previstas para esse ano. Nossos consultores ainda analisaram os trâmites e impactos da Lei da Informática e da Lei Kandir. As mudanças de gestão na Anvisa e no FNDE também trazem um novo panorama para esse início de ano. Nesse programa foram abordados os perfis dos novos gestores e as expectativas para as novas direções. E entrando na esfera internacional, a tensão entre os Estados Unidos e o Irã podem trazer impactos para o agronegócio brasileiro. Ainda, o que esperar para o cenário internacional com esse novo conflito.

Episódio Especial Retrospectiva 2019

Episódio Especial Retrospectiva 2019

Após um ano de análises sob o ponto de vista dos nossos especialistas em mais de 40 programas do nosso podcast, finalizamos 2019 com uma retrospectiva com os principais fatos que marcaram o ano nos âmbitos político e econômico, além do cenário de comércio internacional. Nossos consultores Gabriela Rosa e Lucas Fernandes, nosso CEO Wagner Parente, e nosso sócio-fundador Welber Barral destacaram os principais momentos do ano, que começou com Jair Bolsonaro abandonando as práticas do presidencialismo de coalizão. Nossos especialistas analisaram a fundo os núcleos de composição do governo Bolsonaro e a agenda de reformas econômicas. Ainda, abordaram a relação do Governo, Congresso e Judiciário em casos como a Lava Jato, caso Queiroz, liberação do Lula em segunda instância, entre outros. No âmbito internacional, o Acordo MERCOSUL e União Europeia marcou um grande avanço no comércio internacional. Mas a sua realidade de implantação pode ainda estar distante. Ainda nesse cenário, a abertura e as guerras comerciais marcaram novas tarifas e aceitações nesse novo panorama mundial. E, claro, o trâmite da entrada do Brasil na OCDE a partir das questões do relacionamento do país com os Estados Unidos foram pauta desse programa especial, além de muitos outros.

Caso Queiroz, OMC e Trump

Caso Queiroz, OMC e Trump

No último episódio do ano, nenhuma pauta da semana passou sem a análise minuciosa de nossos especialistas. O Ministério Público do Rio de Janeiro cumpriu mandados de busca e apreensão nos endereços de parentes e conexões do senador Flávio Bolsonaro. Flávio é investigado por lavagem de dinheiro e peculato devido a transações atípicas identificadas em sua conta e de seu ex-assessor, Fabrício Queiroz. A suspeita da prática de “rachadinha”, reacende o debate que envolve diretamente a família do Presidente Jair Bolsonaro e pode estremecer seu relacionamento com a base. No âmbito da OMC, nossos consultores Fernanda César, Luan Madeira, Lucas Fernandes e Matheus Andrade também avaliaram sobre a paralisação do Órgão de Apelações em decorrência de um boicote promovido pelos Estados Unidos, que deve mudar substancialmente o ambiente comercial e deixa os países mais sujeitos a relações assimétricas de poder. Ainda no cenário internacional, o impeachment do presidente Donald Trump foi aprovado pela maioria da Câmara e segue agora para o Senado. A perspectiva de que o processo seja arquivado é alta, mas independentemente disso, vários impactos devem ser sentidos na eleição presidencial de 2020.

Congresso, Argentina e COP 25

Congresso, Argentina e COP 25

A corrida para o recesso no Congresso acelerou algumas decisões e votações na Casa. E nesse episódio do BMJ Podcast, nossos especialistas Fernanda César, Leon Rangel, Lucas Fernandes e Mariana Lyrio analisaram não só a pauta nacional, mas os reflexos internacionais dessa última semana. No cenário político, a conclusão da votação da CCJ do Senado para a prisão em segunda instância leva o texto aprovado diretamente para a Câmara dos Deputados. Ainda, o Pacote Anticrime proposto por Sérgio Moro foi aprovado, mas deve ter diversos dispositivos vetados pelo presidente Bolsonaro. No âmbito internacional, a posse do novo presidente da Argentina Alberto Fernández foi marcada por um processo de idas e vindas com o Brasil. O vice-presidente Hamilton Mourão acompanhou a cerimônia e o Brasil foi o único país a ser mencionado diretamente no discurso de Fernández. O que essa posse pode trazer de consequências para o Brasil em meio a divergências políticas entre os dois países? Partindo para a Europa, Madri sediou a COP 25, que não trouxe grandes resultados no cenário ambiental, mas destacou a posição sensível do Brasil na pauta. E após esse encontro, o que esperar da Agenda Ambiental para 2020?