Reaproximação entre Brasil e EUA não resulta em trocas comerciais

By 12 de janeiro de 2016No Comments

 

Apesar da reaproximação diplomática após turbulência causada por caso de espionagem, as trocas comerciais e o fluxo de investimentos entre Brasil e Estados Unidos esfriaram em 2015.

As exportações para os norte-americanos, por exemplo, recuaram 10,9% na comparação entre 2015 e 2014, de US$ 27,027 bilhões para US$ 24,079 bilhões.

A consultora da Barral M Jorge, Renata Amaral, analisou as relações entre o Brasil e os Estados Unidos em entrevista ao jornal DCI.

Confira: http://goo.gl/d9gFbu

____________________

Informações à imprensa:

Assessoria de Comunicação Barral M Jorge
Gabriel Pontes
Contato: (61) 3223-2700 / (61) 9110-4963
E-mail: [email protected]

 

 

 

Leave a Reply