No momento em que o Brasil atinge seus piores índices de mortes e infectados pela COVID-19, o governo anuncia seis mudanças no seu primeiro escalão em apenas um dia. Neste episódio, nossos especialistas Alexis Risden, Fernanda César, Luan Madeira e Lucas Fernandes analisam a “dança” das cadeiras nos ministérios das Relações Exteriores, da Defesa e da Justiça; Casa Civil, Secretaria de Governo e Advocacia-Geral da União. Entenda a saída do ex-ministro, Ernesto Araújo, os precedentes que levaram à sua demissão, e o desentendimento com a senadora Kátia Abreu (PP-TO) sobre a implementação do 5G. Nossos convidados falam sobre a motivação do presidente Jair Bolsonaro ao realizar as trocas, que seria uma tentativa de negociação com os partidos de centro e de afastar a possibilidade de um impeachment. Ainda, saiba como foi a reação dos eleitores do presidente e da ala militar, que passa por uma crise com o Palácio Central. Após a retirada do general Fernando Azevedo do Ministério da Defesa, os militares teriam entrado em conflito com o novo ministro Walter Braga Netto e, com isso, pela primeira vez na história, três comandantes das Forças Armadas pediram renúncia conjunta por discordarem do presidente da República. Confira a análise completa dos nossos especialistas nesse episódio.

Leave a Reply