Análise com Lucas Fernandes

Lucas Fernandes, consultor de análise política da BMJ, avalia:

“De maneira geral, os pré-candidatos evitaram detalhar suas propostas, mas convergiram para a necessidade de aprovar reformas estruturantes para assegurar a retomada do crescimento econômico. As reações da plateia foram um importante termômetro do apoio do empresariado aos presidenciáveis. Alckmin apresentou um discurso coerente, mas não foi além do que já era esperado e não empolgou a plateia. Mesmo abordando suas propostas tangencialmente, Bolsonaro foi um dos mais aplaudidos no evento porque conseguiu trazer uma sensação de novidade e mudança. Ciro, embora vaiado ao manifestar intenção de rediscutir a Reforma Trabalhista, conseguiu adotar uma postura propositiva sobre os assuntos discutidos e encerrou sua fala arrancando aplausos da plateia. Eventos como esse demonstram uma das maiores fragilidades da estratégia eleitoral do PT. A insistência na manutenção da candidatura de Lula, dificulta a projeção nacional do plano B do partido.”

Anterior

Próximo