Há mais de duas décadas, o Brasil é o parceiro-chave mais engajado da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), tendo adesão de 99 dos 245 instrumentos legais, recomendações e diretrizes da OCDE. O relacionamento com a Organização começou em 1978. Em 2017, o país pediu formalmente a entrada e adesão integral e, desde então, entre altos e baixos, o Brasil tenta sua acessão ao grupo de membros. Para falar sobre a relação do país com a OCDE, nossos consultores Carolina Bermúdez e Leandro Barcelos entrevistaram a especialista em Política e Indústria da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Viviane Franco.

Nossa convidada é formada em Relações Internacionais e especialista em Ciência Política. Atua com Relações Governamentais há dez anos e, desde 2018, trabalha com a agenda de OCDE, B20 (Business20) e outras iniciativas internacionais. Nossa convidada falou sobre a história da Organização, sua importância nas relações entre os países e explicou o histórico do Brasil com a OCDE.

Saiba também sobre as últimas negociações e instrumentos nos quais o Brasil faz parte, as expectativas para a sua entrada, e como empresas privadas e outras organizações podem se aproximar e participar dos debates promovidos pela OCDE.

Leave a Reply