Seguindo nossa série de perspectivas para 2022, nesta semana analisamos as áreas de energia, defesa, infraestrutura, financeiro, tecnologias e trazemos um breve resumo sobre o cenário em Minas Gerais. Para comentar esses assuntos, participam nossos consultores, Amanda Roza, Francisco Deymis, Lucas Fernandes, Victor Brandão e Vinícius Teixeira.

Na área de infraestrutura, a relação entre o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da pasta, Tarcísio Gomes, se manteve positiva e estável nos últimos anos. Os resultados do Ministério da Infraestrutura são apontados como um dos grandes sucessos do governo de Bolsonaro. Assim como em 2021, neste ano a previsão é de que a pasta cumpra os leilões e reformas propostas pelo governo, além de caminhar também com a agenda de privatizações. Ainda, a Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) prevê a elaboração de diversas normas para iniciar a implementação do Marco Legal do Saneamento Básico, que vem sendo acompanhado de perto pela BMJ. Em Minas Gerais, as atenções se redobram com o aumento das chuvas. Com isso, o Congresso Nacional deve priorizar pautas visando evitar outros desastres como os de Brumadinho e Mariana. Já no cenário eleitoral de Minas, a disputa para o governo do estado deve se manter concentrada entre o atual governador, Romeu Zema, e o atual prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil. Apesar das tragédias causadas pelas chuvas, os reservatórios recuperaram os níveis de água e a notícia trouxe um breve alívio para o setor de energia brasileiro, que enfrentou uma crise hídrica no ano passado. Mesmo assim, os custos da crise ainda serão sentidos em 2022. Já para o setor de tecnologia, uma das grandes promessas para o ano é a implementação da tecnologia 5G no Brasil. Além disso, com o período eleitoral se iniciando, os atores políticos devem voltar a discutir as fakes news para evitar um cenário parecido com o de 2018. Finalizando nosso episódio, você vai conhecer dois projetos promissores para a Defesa Nacional, o projeto Gripen no Brasil para a aquisição de caças Gripen F-39, um dos modelos mais avançados aviões de combate da atualidade; e o Programa de Desenvolvimento de Submarinos feito em parceria com a França com o objetivo de transferir novas tecnologias para a fabricação de embarcações militares.

Ouça as perspectivas dos nossos especialistas para conferir os principais desdobramentos esperados em 2022.

Leave a Reply