Ministério da Justiça, Argentina, MERCOSUL e Congresso

O mês de abril se encerra marcado por desentendimentos e trocas importantes. Na última semana, Sérgio Moro anunciou sua saída do Ministério da Justiça e deixou o cargo de forma não amigável com o presidente Jair Bolsonaro, disparando sérias acusações contra Bolsonaro. Nossos consultores avaliam as consequências dessas declarações para a política nacional e para a popularidade do presidente. Neste episódio, apresentado por Lucas Fernandes, participam nossos consultores e especialistas Fernanda César, Luan Madeira e Verônica Prates. Eles também comentam os nomes cotados para substituir os cargos do Ministério da Justiça e da Superintendência da Polícia Federal. Outro ponto importante da semana foi a saída da Argentina das negociações do Mercado Comum do Sul (MERCOSUL), com exceção dos acordos de livre comércio assinados no ano passado com a União Europeia e com a Associação Europeia de Livre Comércio (EFTA, nas siglas em inglês). A decisão do atual governo argentino, visa priorizar a economia interna do país. Nossos especialistas também falam sobre as atividades no Congresso e o retorno da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do Orçamento de Guerra à Câmara, já que o texto sofreu alterações no Senado.

Anterior

Próximo