Nesta semana, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou, por unanimidade, a criação do União Brasil, partido que surge da fusão do Democratas e do Partido Social Liberal (PSL). Nossos consultores comentam neste bate-papo as mudanças que a nova sigla vai trazer ao cenário eleitoral de 2022, já que terá a maior bancada do Congresso Nacional, cerca de 88 congressistas.

Érico Oyama, Fernanda César, Gabriela Rosa e Karina Tiezzi trazem os principais destaques da semana com um a análise técnica da BMJ de forma dinâmica e direta ao ponto.

Além das movimentações esperadas com o novo partido, como a migração de alguns políticos aliados ao Bolsonaro, nossos consultores também analisam o encontro relâmpago do presidente Jair Bolsonaro com os ministros do Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin e Alexandre de Moraes, e como andam as relações entre o Palácio do Planalto e o Judiciário. Recentemente, Moraes autorizou o compartilhamento de informações do inquérito que apura um suposto vazamento de documentos sigilosos de uma investigação envolvendo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e o presidente Jair Bolsonaro (PL).

Também falando em eleições, você vai saber como está sendo feita a distribuição do Fundo Eleitoral, que ficou em R$ 800 milhões, e como vão funcionar as federações partidárias.

Caminhando para o Congresso Nacional, você vai conferir como foi a votação do Projeto de Lei (PL) 6299/02, que cria o Marco Legal dos Pesticidas. Tramitando há 20 anos, o também conhecido como “PL dos Agrotóxicos”, centraliza no Ministério da Agricultura as tarefas de fiscalização e análise de pesticidas, e prevê a concessão de registro temporário se o prazo não for cumprido. Você vai entender o motivo desse Projeto ter demorado tantos anos para ser votado e quais os pontos polêmicos da proposta.

Leave a Reply