Com a realização das convenções partidárias o cenário eleitoral ganha nomes, coligações e alianças. Nesta semana os principais cotados para a disputa à Presidência da República oficializaram as candidaturas. São eles: o Presidente Jair Bolsonaro (PL), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), a senadora Simone Tebet (MDB), e Ciro Gomes (PDT), ex-governador do Ceará.

Neste episódio, reunimos o nosso time de Análise Política para comentar as convenções desses candidatos e o cenário político, que cada vez mais se concentra nas eleições. Participam deste bate-papo Érico Oyama, Lucas Fernandes, Nicholas Borges e Raquel Alves.

Em um evento realizado no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, o Partido Liberal oficializou a candidatura de Bolsonaro à reeleição junto com o general Braga Netto como candidato a vice-presidente. O discurso de Jair Bolsonaro foi marcado por declarações diretas ao Supremo Tribunal Federal, e, sem citar diretamente, a Lula. Já as palavras da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, foram um dos destaques do evento. Michelle é uma das maiores apostas para reduzir a rejeição de Bolsonaro entre as mulheres e os jovens. Nossos especialistas analisam os pontos mais importantes do evento e comentam a repercussão do discurso da primeira-dama nas redes sociais, juntamente com um levantamento realizado pela BMJ Digital.

Já o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teve sua candidatura oficializada pelo PT com a federação partidária Brasil da Esperança em um evento realizado no Centro de São Paulo. Essa é a sexta vez que o petista se candidata à Presidência. No evento, também foi aprovada a coligação com o PSB, o Solidariedade e a federação PSOL-Rede, além da oficialização de Geraldo Alckmin como candidato a vice-presidente. De acordo com as últimas pesquisas, Lula tem se mantido em primeiro lugar nas intenções de voto, mas tem grandes desafios para vencer as Eleições de 2022 e os nossos consultores comentam quais são neste episódio.

Na terceira via o cenário ainda é incerto. Em meio a um partido dividido, o MDB oficializou em uma convenção virtual a candidatura à Presidência da senadora Simone Tebet sem um nome para vice-presidente. Anteriormente, as lideranças do partido anunciaram apoio ao ex-presidente Lula e chegaram a pedir a intervenção de Michel Temer em uma tentativa de adiar a convenção. Na outra ponta, Ciro Gomes é o candidato à Presidência pelo PDT e tenta romper a polarização da política entre Bolsonaro e Lula, que estão à frente nas pesquisas de intenção de voto. Ciro foi ministro da Fazenda no governo Itamar Franco e ministro da Integração Nacional, de 2003 a 2006, no governo de Lula.

Todo esse cenário é analisado e comentado por nossos consultores neste episódio. Confira!

Leave a Reply