Na última quarta-feira (22), a notícia da prisão do ex-ministro da Educação, Milton Ribeiro, agitou o cenário político. Ribeiro está sendo investigado por uma operação da Polícia Federal que apura desvio de verbas do Ministério da Educação (MEC) após vazamento de áudios, em março deste ano, que indicam um suposto favorecimento a indicações de pastores para liberação de verbas. Como reação ao caso e à prisão do ex-ministro, senadores federais de oposição ao governo federal apresentaram um pedido de abertura de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as denúncias. Nesta quinta-feira (23), o líder da oposição no Senado, Randolfe Rodrigues, anunciou que conseguiu coletar as 27 assinaturas necessárias para instalar a CPI, mas aguarda conseguir mais três assinaturas para protocolar o pedido na próxima semana. No episódio dessa semana, nossos consultores Érico Oyama, Fernanda César e Leon Rangel analisam as chances de instalação da CPI, além das demais repercussões do caso no Congresso Nacional.

E essa não foi a única movimentação sobre CPI no Legislativo nessa semana: após a renúncia do presidente da Petrobras, José Mauro Coelho, aumentou a pressão por parte do presidente Jair Bolsonaro pela instauração de uma comissão, na Câmara dos Deputados, para investigar a Petrobras e os preços dos combustíveis adotados pela estatal. Para os nossos especialistas, a ideia deve seguir sem grande força na Câmara, já que este é um ano eleitoral e os parlamentares devem estar mais dedicados ao trabalho junto às suas bases de apoio, visando a reeleição. Para driblar o impacto eleitoral dos altos preços dos combustíveis, o governo federal estuda aumentar o Auxílio Brasil, ainda que isso signifique um recuo da compensação aos estados pelo corte do ICMS incidente sobre os combustíveis. 

Confira ainda os principais destaques e a visão dos nossos consultores sobre a nova pesquisa Datafolha, que mostra um cenário estável entre Luiz Inácio Lula da Silva e Jair Bolsonaro no primeiro turno. Os novos dados apontam uma redução de um ponto percentual na diferença entre os principais candidatos à Presidência, que agora é de 19 pontos, em comparação com a pesquisa divulgada no último mês. Por fim, nosso consultor de Infraestrutura analisa brevemente como os aumentos consecutivos do diesel têm inquietado a categoria dos caminhoneiros, que tem levantado ameaças de nova greve. 

Confira esses temas e as análises de conjuntura de nossos especialistas no episódio dessa semana!

Leave a Reply